Entertainment

Compulsão alimentar: vício por chocolate pode ser controlado pela hipnose. Expert explica!

Períodos de festas são sempre uma armadilha para quem está de dieta ou precisa controlar a compulsão alimentar, um distúrbio em que as pessoas comem mesmo sem estar com fome ou desejo. No caso da Páscoa, os chocolates são a grande tentação.

Porém, existe um método que pode ajudar os chocólatras na busca do controle em meio a essa data. Trata-se da hipnose, como explica o hipnólogo Rafael Barreiros.

“No consultório, atendo diariamente pessoas com compulsão alimentar, e os doces muitas vezes são o principal foco dessas pessoas. Em um tratamento com hipnose, conseguimos tratar a causa. O problema não é comer doce. Precisamos olhar a fundo e compreender o que leva essa pessoa ao consumo exagerado de comida”, comenta.

O vício pelo alimento pode ser controlado e tratado. “Qualquer tipo de compulsão pode ser tratada com hipnose. Não quer dizer que a pessoa vai parar de comer chocolate, porém não vai ter o vício, o desespero, a compulsão. Isso é maravilhoso! A hipnoterapia traz equilíbrio para a vida, o que promove conforto emocional e físico”, explica.

Dicas para controlar compulsão por chocolate

Todo o tratamento deve ser feito por especialista em hipnose. No entanto, há truques que podem ajudar a controlar a compulsão alimentar no dia a dia. Segundo o hipnólogo Rafael Barreiros, a dica é ter autocontrole e se desafiar para conseguir conter a ação de comer chocolates demais.

“A dica que dou é: se você quiser desfrutar de qualidade de vida, de uma melhor performance do seu cérebro e do corpo em geral, comece a olhar para a sua alimentação. Não controlamos impulsos, eles virão! A única coisa que podemos controlar são as nossas ações. Elas vêm logo depois do impulso. Se vier o impulso, não ceda para ele”, aconselha.

“Mesmo que seja desafiador, vá contra esse desejo momentâneo. E, assim, é possível ir treinando o cérebro até que um dia fica fácil. Dessa forma, passamos a ter domínio sobre nós mesmos. Todas as vezes que eu cedo para meus impulsos, eu os fortaleço. Mas toda vez que os enfrento, eles são enfraquecidos”, destaca.

Fome emocional

Segundo Rafael Barreiros, muitas pessoas relatam que sentem uma fome que não tem fim. “E, realmente, não tem, porque essa pessoa está tentando tapar um vazio, um buraco que não é possível ser tapado”, fala.

“Na hipnoterapia, quando olhamos para a causa disso – que possivelmente está na infância –, não tapamos o buraco, mas eliminamos o buraco. Sendo assim, a pessoa não vai mudar de um problema para outro, o organismo vai começar a se comportar de forma diferente e saudável”, afirma.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

close