Sports

Conversa de Portão #60: Por que o Brasil é o país mais ansioso do mundo? – 12/06/2022

Por que estamos nos sentindo tão ansiosos nos últimos tempos? Segundo dados de um levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS) de 2019, o Brasil é o país mais ansioso do mundo. Há 18,6 milhões de brasileiros com diagnóstico de transtorno de ansiedade, o que equivale a 9,3% de todo o país. A OMS classifica, inclusive, que vivemos uma epidemia de ansiedade.

Neste primeiro episódio da nova temporada de Conversa de Portão, Jéssica Moreira e Mayara Penina conversam com a psicóloga Lorna Alves para entender quais as causas desse aumento de diagnóstico e como e onde buscar tratamento.

O fator principal de termos um índice de diagnósticos de transtorno de ansiedade maior atualmente no Brasil é, segundo a psicóloga, o maior acesso à informação. “Tem uma teoria que diz que nós fomos evoluindo cognitivamente, mas o nosso corpo não estava preparado para receber tudo isso. O nosso corpo não acompanha a evolução da nossa mente, nós temos que aprender a lidar com tudo isso” (a partir de 10:08 do arquivo acima).

A desigualdade no acesso a cuidados médicos também é um fator, segundo ela, que contribui para esses índices. “O fato de não termos acesso a uma saúde mental pública é um fator que interfere bastante porque a primeira linha de tratamento é por meio da terapia. E isso não é acessível, o tratamento é bem fora da realidade, há muita gente que nunca nem ouviu falar em psicólogo” (a partir de 11:50 do arquivo acima).

Mas é possível estarmos atentos ao sintomas e buscarmos atendimento na rede pública ou universidades. “A ansiedade nada mais é do que uma reação de medo, então os sintomas são físicos. Imagine o que você sente quando encontra uma cobra no meio do seu caminho. O coração bate forte, dá frio na barriga, tensão muscular, dor de cabeça, tudo isso pode indicar um transtorno de ansiedade” (a partir de 16h07 do arquivo acima).

Lorna Alves diz que muitos psicólogos trabalham com atendimento social, gratuito ou com taxas simbólica, para quem não pode pagar. As universidades públicas, segundo ela, mantêm atendimento gratuito à população e as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e os CAPS (Centro de Apoio Psicossocial, do SUS) também fazem esse atendimento ou pelo menos o encaminhamento.

O Conversa de Portão é um podcast produzido pelo Nós, Mulheres da Periferia em parceria com UOL Plural, um projeto colaborativo do UOL com coletivos e veículos independentes. Novos episódios são publicados toda terça-feira.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição. Você pode ouvir Conversa de Portão, por exemplo, no Youtube, no Spotify e no Google Podcasts.

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

close