Sports

Dimitrius Oliveira, da Atento América do Sul

Dimitrius Oliveira, presidente da Atento América do Sul, diz em entrevista na série UOL Líderes que o ciberataque sofrido pela empresa no final de 2021 foi ato terrorista que custou à companhia US$ 46 milhões, afetou o resultado do ano passado e se estendeu para 2022. “Sofremos ainda no primeiro trimestre desse ano e um pouco agora no segundo trimestre”, afirmou Oliveira. “Foi a situação mais difícil que enfrentei na vida”, disse.

Você pode ver destaques da entrevista no vídeo acima ou ouvir a íntegra da conversa na versão de podcast, em plataformas como Spotify, Apple Podcasts e Google Podcasts, entre outras.

A Atento é a maior provedora de serviços de gestão de relacionamento com clientes e terceirização de processos de negócios da América Latina e uma das principais provedoras do mundo. No Brasil, a empresa emprega mais de 70 mil pessoas.

Além do problema de cibersegurança, Oliveira fala também sobre a preferência de atendimento “olho no olho” dos latino-americanos, da necessidade de maior capacitação profissional dos colaboradores e da utilização da neurociência no treinamento de equipes.

O chefe da Atento afirma que a empresa diminuiu a roteirização no atendimento ao consumidor e aposta em scripts baseados em comportamentos. Para ele, a automação deverá impactar os empregos de baixa complexidade.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.