Sports

Etarismo: Kim Kardashian diz que comeria cocô se isso a deixasse mais jovem – 03/06/2022

“Eu vou testar qualquer coisa. Se você me dissesse que eu literalmente teria que comer cocô todos os dias e pareceria mais jovem, eu poderia. Eu só poderia.” Não, você não leu errado. Por mais inacreditável que pareça, a celebridade das celebridades, a influenciadora das influenciadoras deu essa declaração numa entrevista ao jornal New York Times esta semana. Ao postar sobre isso no meu Instagram (me siga lá também @silviaruiz_ageless) muita gente chegou a achar que a declaração de Kim Kardashian fosse fake news.

Aos 41 anos, a socialite, empresária, apresentadora de TV e dona de um perfil no Instagram com 331 milhões de seguidores, definitivamente não está pronta para envelhecer e parece disposta a qualquer coisa. Você pode até pensar: paciência, problema é dela, ela que faça o que quiser com o seu corpo. Mas será que é isso mesmo? É só sobre ela? Vamos lembrar que foi graças a Kim que a controversa técnica de maquiagem chamada contorno virou uma febre mundial. Ela foi responsável por criar momentos de moda virais na última década, incluindo adotar bermudas de ciclistas como o novo básico e os chinelos de dedo de salto, látex brilhante colado ao corpo.

Então uma frase como a dela não é pouco. E é assustador pensar que a gente vive num mundo tão etarista, que alguém chegue a contemplar a ideia de comer cocô para parecer mais jovem. E onde o culto à juventude rende muito dinheiro. Na mesma entrevista em que fez a tal declaração, Kim também anunciou sua nova linha de cosméticos para a pele. São nove passos no total, que ela garante serem os mesmos produtos que vem usando. Todo o kit pela bagatela de 3.300 reais! E aí a gente pensa: mas então parece pouco né? Afinal poderia ser pior. Poderia ser ter que comer cocô (contém ironia). No final do dia, Kim ajuda a perpetuar o pânico de envelhecer, com isso vende mais cosméticos e fica ainda mais rica.

Mas ao mesmo tempo eu tenho pena da Kim. Porque não aceitar a idade torna a gente justamente vítima do que mais tememos. É um fato: o preconceito de idade faz com que você envelheça pior. Estudos mostram que, quem encara o processo de maneira positiva tem mais cuidados preventivos com a saúde, como se alimentar bem e fazer exercícios, além de ter menos depressão e ansiedade e, portanto, vive mais. E melhor.

Por isso, eu recomendo que, em vez de escutar a Kim, a gente escute a ciência. Que a gente combata o etarismo (inclusive dentro de nós mesmos). Não, não vamos comer cocô. Muito menos dar ouvidos a esse tipo de bobagem proferida pela “má-influenciadora”. Podemos ser bonitas em qualquer tempo, e já passou da hora de pensar que uma aparência eternamente jovem (e perseguir isso) vai tornar a gente mais feliz. Não vai. Ao contrário, só vai trazer ansiedade e frustração.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

close