Sports

Mídia e Marketing: Rogério Barenco, gerente geral da Mizuno no Brasil – 09/05/2022

Com a pandemia, as pessoas passaram a se importar mais para esporte e qualidade de vida? E usar roupas esportivas no dia a dia será mais bem aceito no mundo pós-pandêmico?

O programa Mídia e Marketing desta semana recebe Rogério Barenco, gerente geral da marca Mizuno no Brasil -veja a entrevista, na íntegra, acima.

O executivo também fala sobre o universo do esporte, das corridas de rua e conta como a importância dos criadores de conteúdo cresceu para os anunciantes. “Não dá para imaginar um lançamento de produto sem influenciador fazendo review. O desafio, hoje, é fazer a curadoria desses influenciadores” (no vídeo, a partir de 17:02).

E como as marcas esportivas disputam espaço com o sofá?

“Muitas marcas de outras categorias também querem se apropriar da corrida. Isso é positivo para a gente vencer a disputa com o sofá e com o celular das pessoas. (A entrada de outras marcas) É bom que movimenta todo o ecossistema do esporte”, diz (a partir de 24:01).

“Os consumidores também descobriram que as roupas esportivas são confortáveis para o dia a dia. As pessoas também compram tênis para passar uma imagem esportiva. No Brasil, ainda temos um efeito que é usar tênis de corrida no dia a dia. Nós não vemos isso nos outros países – e isso é ótimo para todos”, declara (a partir de 31:05).

E a corrida é mesmo um esporte democrático, mesmo com tênis que chegam a custar mais de R$ 1 mil?

“Sim, a corrida é um dos esportes mais democráticos que existe, que traz muito benefício para a saúde. Dentro do nosso portifólio, temos tênis mais caros, que chegam a custar R$ 1 mil, mas também estamos desenvolvendo produtos e tecnologias no Brasil. Dessa forma, conseguimos oferecer produtos com a qualidade Muzino para aqueles que não podem pagar tão caro, com faixas de preço mais acessíveis”, explica o executivo (a partir de 11:03).

A Mizuno, marca japonesa com mais de 115 anos, está no portifólio de empresas da Vulcabrás desde fevereiro do ano passado -até então, o direito de fabricar produtos da marca no país era da Alpargatas.

“Queremos ampliar os esportes que a Mizuno trabalha no Brasil. A escala fabril da Vulcabrás é o diferencial da Mizuno hoje, aliado ao centro de desenvolvimento de produtos no Rio Grande do Sul. Nossa premissa é contribuir com a sociedade através do esporte, é promover a prática esportiva no Brasil”, afirma Barenco (a partir de 2:30).

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição. Você pode ouvir Mídia e Marketing, por exemplo, no Spotify, na Apple Podcasts e no YouTube.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

close