Entertainment

Mundo Positivo » 5 itens a considerar ao escolher um roteador para sua casa inteligente

Freepik/rawpixel.com

A maioria de nós analisa minuciosamente o valor, velocidade e confiabilidade de um provedor de internet antes de obter uma conexão, entretanto, quase nunca pensamos a respeito do roteador. 

É fácil esquecer que o pequeno dispositivo no canto da sala desempenha um papel importante em quão boa ou ruim é sua experiência.

Porém, com a crescente demanda por tecnologia de casa inteligente (Smart Home), a importância dos roteadores está vindo à tona. Portanto, se você também planeja obter um novo roteador para sua casa, aqui estão 5 coisas que você deve checar.

1. Banda simples, dupla ou tripla

O sinal Wi-Fi que seu roteador emite pode estar em diferentes frequências, e quantas frequências um roteador pode hospedar define se é um roteador de banda única ou multibanda. 

Os roteadores mais antigos funcionam apenas na frequência de 2,4 GHz, o que significa que todos os dispositivos estão conectados por meio de um único canal. 

Esse canal pode ficar facilmente congestionado, o que significa que quando vários dispositivos estão conectados a ele, você começa a perceber desconexões e velocidades mais lentas. 

Por outro lado, os roteadores de banda dupla suportam 2,4 GHz e 5 GHz e os roteadores de banda tripla hospedam 2,4 GHz e duas redes separadas de 5 GHz. Portanto, se você planeja conectar vários dispositivos, é melhor optar por um roteador dual ou tri-band.

2. Alcance

Essa é uma característica extremamente importante porque quanto mais longe você estiver do seu roteador, mais lenta e fraca será sua conexão. Em casas maiores, pode ser necessário manter o roteador em um local central para que você não tenha “zonas mortas” de Wi-Fi. 

Vale lembrar que as antenas externas ajudam a aumentar o alcance geral dos roteadores pela casa, ajudando você a estender o alcance além das portas e paredes de vidro – ou seja, quanto mais antenas melhor. 

3. Velocidade

Um dos fatores mais importantes na escolha de um roteador para casa é quanta largura de banda ou velocidade ele pode fornecer.

Por exemplo, se você tiver um plano de 1 Gbps, mas seu roteador só puder fornecer até 300 Mbps, você não poderá utilizar toda a largura de banda da conexão.

A maioria dos roteadores sem fio atualmente fornecem velocidades rápidas, mas é melhor fazer sua devida diligência antes de comprar um.

4. Segurança

Dispositivos sem fio podem ser convenientes, mas a segurança é sempre um problema. 

Para garantir que você esteja protegido digitalmente, você deve ter firmware avançado. Não só isso como também um dispositivo que permite a atualização automática de firmware a partir das configurações do roteador em 192.168.1.1 ou 192.168.15.1.

Dos três protocolos de acesso protegidos por Wi-Fi, é melhor obter um com WPA2, pois é o mais seguro, seguido por WEP e WPA. Certifique-se de verificar seu modem para entender qual nível de segurança você obterá.

5. Disponibilidade de uma porta USB

Embora isso possa parecer não ser tão necessário, ter uma porta USB (especialmente uma porta USB 3.0) permitirá que você conecte unidades flash e impressoras. 

Isso ajudará você a se conectar pela rede sem fio sem usar a largura de banda e poderá ajudá-lo a configurar sua casa inteligente e expandir seu armazenamento compartilhável.

Para fechar

Um roteador Wi-Fi é indispensável para a nova vida digital que todos estamos vivendo. 

E embora não importasse muito no passado qual roteador temos em casa, esse não é mais o caso. Sendo assim, lembre-se dessas 5 coisas e você não precisará se preocupar com isso por anos.

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

close