Entertainment

Mundo Positivo » Mesmo ilegal, jogo do bicho é o mais popular do Brasil e cresce na internet

Passando por gerações, jogo do bicho tem muito adeptos no Brasil e vive a expectativa da legalização; entenda como ele funciona e a situação atual

Fonte: Revista Oeste

Quando falamos em apostas, o jogo do bicho é uma das principais tradições brasileiras em jogos de azar, modalidade repassada de geração para geração e, mesmo que de forma ilegal já que é proibido pela lei de contraversões penais a modalidade jamais parou de ser praticada, inclusive aumentou com o avanço da tecnologia, impulsionado pela internet.

Basicamente, o jogo associa animais a números, e após os sorteios algumas combinações resultam em premiações, de acordo com a aposta do jogador. A prática é ilegal por se tratar de um jogo de azar, mas o Brasil vive a expectativa da regulamentação em um futuro próximo, tornando a modalidade legal.

Como surgiu o jogo do bicho?

O jogo do bicho surgiu em meados de 1890, quando o barão João Batista Viana Drummond decidiu criar um jogo para conseguir mais visitantes no Zoológico de Vila Isabel, no Rio de Janeiro. Dessa forma, cada pessoa que comprasse um ingresso recebia um bilhete com a figura de um animal estampada, totalizando 25 opções.

Na entrada, no portão principal, um quadro coberto sempre ficava disponível, nele, o barão deixava um bicho aleatoriamente escondido, revelado ao final do dia. Dessa forma, esse era o sorteio, e o visitante que estivesse com o bilhete correspondente ao bicho do dia era o vencedor.

Cada bilhete tinha o valor de 1000 réis, e a premiação era de 20 vezes o valor do mesmo. Com esse atrativo, as visitas no local aumentaram, fazendo muito sucesso e lotando o zoológico. A ideia se espalhou por diversas regiões, inclusive, com adaptações, tornando uma mania em todo o Brasil.

Como ele funciona atualmente?

Mesmo sendo ilegal, o jogo do bicho jamais deixou de ser praticado no Brasil. Curiosamente, o sistema que deu certo e vem até os dias de hoje utiliza a loteria federal, obviamente, sem o consentimento da Caixa Econômica Federal, que faz os sorteios.

Se aproveitando dos concursos, o jogo do bicho utiliza os resultados para definir os números vencedores diariamente. Dessa forma, cada número corresponde a um animal, totalizando 25 opções, como o tigre, que é o 22; urso, 23; vaca, 25; coelho, 10, cavalo, 11, e etc.

Dessa forma, cada apostador define o seu tipo de aposta, que pode ser por números ou pelo animal. Com isso, é possível apostar no grupo do animal, em duas, três, quatro ou até cinco opções, variando a premiação com a dificuldade da sua aposta.

Por exemplo, se o número sorteado for 12410, quem apostou na centena 410 ganha, assim como a milhar 2410 e, quem optou pelo coelho, que corresponde ao número 10. Portanto, sempre é importante ficar de olho nos últimos números.

Jogo do bicho pode ser legalizado no Brasil

Como podemos observar, a ilegalidade do jogo do bicho não faz com que a modalidade deixe de ser praticada. Dessa forma no Brasil hoje é discutido o tema da legalização, e a Câmara dos Deputados aprovou em fevereiro um projeto de lei para cassinos, bingos, jogo do bicho e jogos online no geral, relatado pelo deputado Felipe Carreras (PSB-PE).

Felipe Carreras / Fonte: Câmara dos Deputados

O texto recebeu 246 votos favoráveis, contra 202. Agora, o próximo passo é aguardar o Senado e o presidente Jair Messias Bolsonaro, porém, nunca se viveu uma expectativa tão grande para a aprovação, que pode render ótimos valores para os cofres públicos, com as taxas e impostos, além de favorecer para a economia nacional com a geração de empregos para a administração das empresas e atrair turistas com os jogos.

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

close