Sports

O Dérbi dirá muito sobre a continuação da temporada – 11/08/2022 – PVC

A chance de o Corinthians vencer o clássico contra o Palmeiras e reabrir a disputa pelo título brasileiro passa por tudo o que houve no meio de semana. Há problemas graves para Vítor Pereira corrigir, seja para recuperar a confiança de seus jogadores em seu trabalho, seja para superar a perda de Willian, um de seus melhores atletas.

Por outro lado, o cansaço palmeirense estará no gramado da Neo Química Arena. A única chance de não aparecer será substituir jogadores desgastados demais, decisão difícil pelo elenco curto com que decidiu trabalhar.

Gustavo Gómez é um exemplo. Pareceu exausto nos minutos finais contra o Atlético-MG.

Preste atenção à tabela. Com seis pontos de vantagem, o Palmeiras tem chance enorme de consolidar-se como único candidato ao título brasileiro, se vencer nas três próximas rodadas, contra Corinthians, em Itaquera, Flamengo, no Allianz Parque, Fluminense, no Maracanã.

Por outro lado, se fizer menos do que seis pontos, olhará para a frente com uma tabela duríssima. Dos oito primeiros colocados, o líder visitará seis: Athletico-PR, Internacional, Atlético-MG e Bragantino, além de Corinthians e Fluminense.

Só receberá o Flamengo em sua casa.

A dificuldade palmeirense é o cansaço, somado às próximas viagens. A corintiana é muito mais séria. Willian voltará para a Inglaterra, movido pelo susto de sua família, com ameaças de torcedores, violência da cidade e intolerância à brasileira.

Perder Willian como cidadão é uma grande derrota do país. Representa também uma peça a menos para Vítor Pereira e um sinal de que os jogadores não se comovem pelo trabalho do treinador português.

Willian viaja para Londres depois de afirmar que nunca teve problemas com Pereira. Mas, se enxergasse a proximidade de um sucesso inevitável, esperaria pelo final da Copa do Mundo, para depois satisfazer a vontade de sua mulher e filhos e retornar à Europa.

Não é acaso ouvir de jogadores do Corinthians que Sylvinho não deve nada a Vítor Pereira. Trata-se menos de elogio ao velho chefe e mais da falta de certeza nas decisões do português.

Houvesse mais convicção e, talvez, Willian mirasse a tabela do Corinthians, invertida em relação à de seu grande rival. Seis dos oito melhores do Brasileiro jogarão em Itaquera no returno: Palmeiras, Fluminense, Athletico-PR, Atlético-MG, Internacional e Bragantino. Fora de casa, só contra o Flamengo.

Quer dizer que vencer o Dérbi fará mais do que aproximar para três pontos a distância que hoje é de seis, para o líder. Empurrará para uma possível arrancada movida pelas viagens para enfrentar os mais fracos e descanso para receber os mais fortes.

Crise é uma palavra gasta pelo vocabulário do futebol e não precisa ser usada para definir o que se vive no Parque São Jorge, depois da eliminação da Libertadores. A situação, no entanto, exige olhar no espelho, para entender onde estão os reais problemas e por que o investimento em contratações resulta num time que aposta mais nos miúdos do que nas estrelas.

O Dérbi dirá muito sobre a continuação da temporada. Parece mais fácil o Palmeiras superar o cansaço, de ter subido uma montanha íngreme, para ganhar nos pênaltis do Atlético-MG, do que o Corinthians construir um novo alicerce para o trabalho de Vítor Pereira, em tempo de ter uma equipe capaz de reagir no Brasileiro.

O Palmeiras pode começar a decidir o campeonato em três rodadas. O Corinthians pode perder toda a temporada em cinco dias.


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.