Sports

O vírus não cansa e nem descansa – 08/02/2022 – Pedro Hallal

Existe um evidente cansaço dos humanos em relação à pandemia de coronavírus. Já faz dois anos que estamos lutando contra o vírus e seus aliados na Terra e, sinceramente, muitas vezes dá vontade de desistir. Cada vez que recebo num grupo de WhatsApp aqueles vídeos e mensagens sugerindo que as vacinas fracassaram, que lockdown não funciona, ou que agora saiu o estudo definitivo provando que a ivermectina vai salvar o mundo, sinto um desânimo. Parece que não aprendemos nada nesses dois anos.

Parece que as quase 650 mil pessoas que morreram de Covid-19 foram esquecidas.

Nossos maiores embates, que deveriam ser contra o vírus, acabam sendo contra os próprios humanos, que insistem em teorias da conspiração motivadas por convicções ideológicas. O vírus já seria forte sozinho, imagina então com o reforço de um rebanho inteiro de humanos, que decidiram jogar ao lado do vírus, como se isso fosse uma brincadeira na qual precisávamos escolher um time.

O problema é que o vírus não cansa e nem descansa. Enquanto “o solo continuar fértil”, o vírus vai seguir a sua trajetória, que é se multiplicar e sobreviver.

Às vezes fico imaginando se o SARS-CoV-2 tivesse pensamento, o que passaria na sua cabeça:

– Que maravilha. Cada dia aumenta a quantidade de humanos cansados, ou simplesmente negacionistas, que não usam máscaras.

– Ótima notícia. Aquele estudo horrível sugerindo que lockdown não funciona está circulando muito entre os humanos.

– Bingo. As informações falsas sobre as vacinas estão circulando livremente. Vou seguir tendo terreno fértil para seguir infectando as pessoas.

– Oba. Depois de passarem umas semanas falando em testagem, os humanos esqueceram novamente desse assunto, e continuarei os infectando sem que eles saibam a real dimensão da tragédia.

Ver o Brasil voltar a ultrapassar as 1.000 mortes diárias por Covid-19 dá uma tristeza sem fim. Não precisava ser assim, ainda mais num momento em que existem vacinas eficazes contra a doença.

Enquanto na população em geral, 4 de cada 5 pessoas estão vacinadas, entre os internados no Hospital Emílio Ribas é exatamente o contrário: 4 de cada 5 internados não estão com a vacinação em dia.

A Covid-19 começa a se tornar uma pandemia de não vacinados.

A Covid-19 começa a se tornar uma pandemia exclusivamente ideológica. As pessoas estão perdendo a vida por uma causa imbecil, que é combater as vacinas.

A pandemia da Covid-19 está demorando mais para acabar em função dos não vacinados.

Lutar contra o vírus e seus aliados é uma tarefa inglória.


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

close