Sports

Papo Preto #72: A representatividade negra na literatura fantástica – 02/04/2022

O afrofuturismo é uma corrente que estuda a convergência da cultura negra com a ficção científica, inserindo a negritude em um contexto de tecnologia e projeções sobre o futuro e discutindo a possibilidade da existência negra em mundos que não são marcados pelo racismo e pela opressão.

Neste episódio de Papo Preto, o apresentador Yago Rodrigues recebe o escritor e historiador Anderson Lima, um dos fundadores da Kitembo Edições Literárias do Futuro, editora que promove a literatura fantástica e afrofuturista. Ele fala sobre a participação negra na cultura pop e geek.

Anderson diz que é necessário criar personagens negros no universo fantástico para que a cultura negra esteja representada em todos os lugares. “Mas temos uma realidade social complexa, e se o cara só pinta um personagem de preto não faz sentido”, diz ele a partir de 17:16 do arquivo acima.

O anúncio de que a DC vai fazer um filme com o superman preto, por exemplo, ele vê com cautela. “Eu não consigo imaginar o superman negro porque sempre o conheci como o Clark Kent, um homem branco com privilégios. Ele pode sair no meio do expediente do serviço para salvao mundo, como seria com um profissional negro? É preciso, antes de tudo, desconstruir esse personagem” (a partir de 14:12 do arquivo acima),

Papo Preto é um podcast produzido pelo Alma Preta, uma agência de jornalismo com temáticas sociais, em parceria com o UOL Plural, um projeto colaborativo entre o UOL, coletivos e veículos independentes. Novos episódios vão ao ar todas as quartas-feiras.

Podcasts são programas de áudio que podem ser ouvidos a qualquer hora e lugar — no computador, smartphone ou em outro aparelho com conexão à internet. Você pode ouvir Papo Preto no canal do UOL no YouTube e nas plataformas de podcast Spotify, Google Podcast, Deezer, Apple Podcast e CastBox.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

close