Sports

Primeiro mapa de negócios de impacto do Nordeste é lançado – 19/08/2022 – Papo de Responsa

Seja por necessidade ou pelo brilho nos olhos das “Antônias” visíveis, o Nordeste é celeiro para negócios de impacto. Essa é a grande mensagem que o Mapa de Negócios de Impacto do Nordeste 2022 traz em meio à turbulência que o Brasil vive.

A região tem sido capaz de enxergar o espírito da Antônia, empreendedora social que acredita em mudanças, e de outros que buscam e fazem algo para melhorar o futuro.

Antônia é protagonista dos negócios de impacto mapeados em uma área em que mulheres predominam como lideranças. Ela é muito mais que uma sonhadora, é a disseminadora de sonhos que, de tanto acreditar, transforma. É o brilho nos olhos do que há de melhor no Nordeste, a sua gente.

O Mapa de Negócios de Impacto do Nordeste foi anunciado em 17 de agosto na Federação das Indústrias do Estado do Ceará – Fiec. Ter a casa da indústria como espaço de lançamento é ratificar o compromisso dos grandes negócios em contribuir com outros que têm a intencionalidade de gerar benefícios sociais, ambientais e financeiros.

A iniciativa de elaborar um primeiro levantamento de dados dessa natureza, na região nordestina, nasce de uma crença da investidora de negócios de impacto IN3. Acompanhar e entender dados regionais são fundamentais para ter o dedo no pulso do mercado local.

O intuito maior é fomentar o impacto positivo e buscar caminhos para desenvolver e apoiar cada vez mais empreendedores regionais.

O Mapa serve como lupa aos olhos das “Antônias Nordestinas”—não de forma sonhadora e apaixonada, mas de maneira que a sociedade conheça essas visões de futuro e reconheça a riqueza produzida por estas pessoas.

De forma criteriosa, a Pipe Social, por meio da PipeLabo, segmentou os negócios de sua plataforma digital que se autodeclararam localizadas no Nordeste e que estavam no 3o Mapa de Negócios de Impacto do Brasil, lançado em 2021.

As análises da Pipe.Social apontam um volume crescente de soluções do Nordeste que vêm crescendo e a crença é que há muito mais a se descobrir no contexto de impacto, já que a região é rica em inovação e startups, assim como em impacto ambiental e na área de educação, por exemplo.

Monitorar e apresentar dados locais é a forma de convidar mais soluções para atuarem com impacto, assim como dar visibilidade a iniciativas em busca de apoio e investimento.

Com sensatez e pensamento crítico, o Mapa é um indutor de uma economia sustentável. E, neste contexto, ampliam-se cada vez mais a diversidade e o potencial para novos investimentos ambientalmente limpos.

Os negócios de impacto verdes são maioria no Nordeste —mais de 49% geram benefícios ambientais, além de resultados financeiros economicamente saudáveis.

O Ceará, sempre conectado ao cenário de mudanças e de transição, e na condição de importante catalisador do desenvolvimento nordestino, tem liderado iniciativas que contribuem, efetivamente, para o equilíbrio entre o econômico e o socioambiental. A atração de um hub de hidrogênio verde no complexo portuário do porto do Pecém é um bom exemplo.

Os dados apontam para uma grande decisão: é possível ficar no Nordeste e gerar impacto social e ambiental. É possível transbordar e dilatar os corações de todos —líderes, empresários, pensadores, pesquisadores, ONGs, poder público—, contaminados pelos sonhos daqueles que transformam.

Sonhos que hoje são chamados de igualdade racial, social e de gênero; de sustentabilidade ambiental; e, tantos outros que impactam vidas hoje e no futuro.


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.