Sports

Universalizar a olimpíada de matemática – 03/05/2022 – Marcelo Viana

No momento em que escrevo este texto, estão abrindo as inscrições para a 1ª Olimpíada Mirim de Matemática, voltada para as crianças do 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental, a partir de 7 anos de idade. É a realização de uma ambição estratégica do Impa (Instituto de Matemática Pura e Aplicada), formulada logo que assumimos a direção do instituto, ao final de 2015.

A criação da Obmep (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas) pelo Impa, em 2005, foi recebida com entusiasmo pela comunidade escolar. Com previsão de 5 milhões de inscritos, a primeira edição alcançou 10 milhões! Hoje, são 18 milhões de estudantes, de 55 mil escolas em mais de 99,8% dos municípios brasileiros.

Houve que vencer oposição dos que, por desconhecimento ou ideologia, não podiam ou não queriam aceitar o notável poder da olimpíada para instigar a curiosidade e o aprendizado. Quase duas décadas depois, as credenciais da Obmep como descobridora de talentos e catalizadora de uma relação profícua com a matemática estão amplamente comprovadas, por diversos estudos independentes (confira em www.obmep.org.br).

Mas a Obmep também apresenta(va) uma limitação séria: desenhada para estudantes a partir do 6º ano, ela deixa(va) fora o ciclo inicial da educação básica. Ora, é nos anos iniciais que se molda a relação da criança com a disciplina. Estudos mostram que praticamente todas as crianças gostam de matemática quando entram na escola, mas ao final do 5º ano esse percentual já caiu pela metade.

Segundo Claudio Landim, coordenador nacional da Obmep e diretor-adjunto do Impa, “no país o gargalo do ensino da matemática se situa nos primeiros anos escolares e é um desafio elaborar perguntas instigantes para alunos que ainda estão em alfabetização”.

É esse desafio que nos sentimos agora capazes de enfrentar, encorajados pelo sucesso da parceria do Impa com a Prefeitura do Rio de Janeiro no lançamento da Olimpíada Carioca de Matemática. Por meio de linguagem diferenciada, enfatizando o lúdico e as relações da matemática com a vivência infantil, a Olimpíada Mirim busca levar até as crianças menores os benefícios comprovados da olimpíada dos “crescidos”.

Mas os estudantes não são o único alvo: a Mirim visa também apoiar os professores dos anos iniciais, muitos dos quais têm relação complicada com a matemática, abrindo novas janelas e oferecendo materiais para que se debrucem sobre a matéria com um novo olhar.

As inscrições (inicialmente restritas às escolas públicas) são gratuitas. O que está esperando para convencer a escola dos seus filhos a participar?


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

close